terça-feira, 2 de novembro de 2010

Quero-Te Amor


Quero-Te... Amor

Outro dia

Os teus lábios tocaram os meus,
Fomos além dos sentidos
Não trocamos olhares
Nem palavras
Apenas um beijo.

E nós, ficamos em êxtase
Por um simples tocar de lábios...

Tua essência
Misturou-se a minha
Nasceu o desejo.

Em tua boca
Decifrei o enigma
e ao provar-te,
Fiz-me tua.

Amo-Te 

6 comentários:

Vento disse...

Um toque suave entre lábios que se procuram, desperta os desejos adormecidos.

Os olhos brilham
O corpo sente
e a mente...
essa...
viaja por um momento.

Como sempre, são excelentes os teus poemas.

Beijo

Hanukká disse...

E assim o é, a confirmação da paixão.

Abraço.



E, assim como aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo, depois disto, o juízo, assim também Cristo, tendo-se oferecido uma vez para sempre para tirar os pecados de muitos, aparecerá segunda vez, sem pecado, aos que o aguardam para a salvação"

Vieira Calado disse...

Vim ver as novidades...

Bjs

garoto cientista disse...

Que belo poema minha querida, parabéns, repleto de sentimento, emoção, vida, fascinante.

Edith Lobato disse...

Saudade de ler os blogs que sigo. Poema intenso, suave, delicado. Parabéns e bom feriado.

Chica disse...

Encantador,Sol! Um beijo,tudo de bom e adorei a visita!chica