sábado, 2 de abril de 2011

SAUDADE


SAUDADE
Se hoje me doi o pensamento,
ontem minha alma vagou no sentimento!
Meu coração é vento que me leva longe,
me faz  horizonte debruçado em sonhos.
E quando me perco nesse delírio de lembrar
o que foi o ontem, o desejo  me arrebata.
A incoerência de hoje não poder voltar
e vencer o tempo, mata meus sonhos,
sufoca a semente e crava no peito, sem piedade,
a dor mais profunda de saudade...
SOLANGE BRETAS

Nenhum comentário: