sexta-feira, 3 de junho de 2011

Cheiro de Fêmea



Cheiro de Fêmea

Sigo por aí
ouvindo olhares,
sentindo sons,
devorando imagens.
Propago essências
debelando palavras
repetindo em eco
meu cheiro de fêmea.


Para a ciranda Cheiro de Fêmea de Cássia Vicente e
Clara Costa

saiadotom.com

2 comentários:

ney disse...

Muito lindo! ney/

Luna'sCafePoetico - LunaLux disse...

bjuuuuuu...lindos versos...