sábado, 14 de novembro de 2009

Profecia


Logo nascerá o sol
e tudo será claro demais
para que somente os olhos vejam.
Lá nos confins do horizonte
palavras romperão os ecos do silêncio,
o breu que venda meus olhos
será desvendado.
Um mar levará toda a angústia
que interroga minha alma.
Um dia, teus olhos não encontrarão
minha esperança adormecida.
Ela alçará vôo,
e irá de encontro a luz,
saberás ao cair da tarde
quando minha essência
impregnar seu derredor...
Uma vela será acesa,
uma brisa soprará as pétalas
para longe dos jardins
e a noite tu já terás esquecido.

2 comentários:

Jack Tequila disse...

É uma das coisas mais bonitas que já li em muito tempo!! parabéns!!!
...

Ricardo Calmon disse...

Carissima Solange Pétalas D'alma,perfumam a todods nós!

m,erci1

viva vida