sábado, 26 de junho de 2010

Apesar de...


Apesar de...

Apesar de minh'alma caminhar pelo deserto
que rego com minhas lágrimas sofridas,
de toda a escuridão qual madrugada infinita
a encobrir meu olhar não me deixando ver o sol,
trago em mim teu gosto de brisa
teu perfume de mel a atrair meu pensamento.
Mesmo com toda a distância que te levou de mim,
ao lembrar-te, vivo e sonho com a saudade de você.
 
Solange Bretas

Nenhum comentário: