quinta-feira, 17 de junho de 2010

Palavra de Amor

Tenho comigo o desejo,
o de me tornar palavra.
Aquela de forma falada
em frases de amor ao pé do ouvido,
que ecoa feito a brisa
nas folhagens, melodia.
Desejo ser palavra doce,
ser alento na solidão que te crucifica.
Palavra ungüento que sara feridas,
feitas pela dureza do árduo caminho da vida.
Palavra conforto, que acolhe teu pranto
pulsando viva, dando sabor a tua alegria.
Não desejo ser somente falada,
nem lançada ao vento, tão pouco ditas
às paredes que nada entendem.
Desejo ser palavra sentida no coração,
que desperta sentimentos e emoções
no mundo real e virtual.
Quero ser palavra amada,
saída da alma apaixonada
declarada pelos lábios do poeta.
Palavra escrita num livro de pétalas
com perfeita caligrafia.
Quisera estar nas entrelinhas
deitadas em chão de estrelas.
Quisera ser em mensagens decifradas
por você, Palavra de Amor.

Solange Bretas



Nenhum comentário: