quarta-feira, 26 de maio de 2010

Ao Encontro do Sol


Ao Encontro do Sol

Vou ao encontro do sol.
Não temerei queimar as asas
nem fenecer com seu calor.
Desfrutarei dele o ardor
que invadirá o coração.
Juntaremos fogo e paixão
não ouviremos a razão.
Vou ao encontro do sol
que inebria meu olhar
faz tremer o horizonte 
leva-me a beber do mar. 
Ele será meu dia 
ainda que de noite,
não mais haverá sombras
nem o frio da estação,
o tempo não existirá.
vou ao encontro do sol
seremos só nós dois a brilhar,
qual constelação nosso amor será.
Solange Bretas

Nenhum comentário: