quinta-feira, 21 de maio de 2009

Além do Horizonte




O olhar penetrante cegou visão,
Na mente vazia mitigou imagens.
No céu vermelho ascendeu o coração,
Da alma sozinha voaram as folhagens.

Sobra saudade onde abundou paixão,
Paira no ar seu perfume exalado.
Do amor sobrou somente a canção,
Que no peito canto calado.
Solange Bretas

Um comentário:

Anezinha disse...

Belo! pura Poesia!
triste e encantador!
beijos no seu coração!
Rose