segunda-feira, 18 de maio de 2009

Até Choveu...



Acordei com olhos de céu
Assim com nublado véu
Até choveu...

Meu olhar de lua
Assim meio minguante
Senti-me maré vazante...

Na boca um gosto de sal
Assim como bebesse o mar
A afogar-me em ondas de vagas...

3 comentários:

Imperfecta disse...

que lindo !

jeronimo disse...

As lágrimas vêm pra purificar a alma e aliviar o coração!
Parabéns, pela linda poesia!
Bj!

Rose Tunala disse...

Lindo, lindo, amiga...
Visitar você é sempre uma inspiração e um sorriso a mais para meu dia.
Beijos