terça-feira, 13 de abril de 2010

Eu E A Solidão


Queria mudar o rumo,
tomar o prumo,
parar o relógio
voltar no tempo.
Queria correr contar o vento,
atravessar os mundos,
romper barreiras.
Queria ser companheira,
amar de qualquer maneira,
ter seus braços como trincheira.
Mas tudo se perdeu, então.
Se antes eu estava só, hoje,
estamos só eu e a solidão.

2 comentários:

Maurélio disse...

Que maravilhosa sua poesia amiga.
Quisera eu voltar no tempo...
Bjsss

Cinthia de Castro Fernandes disse...

Não estás só! Estarei sempre contigo rsrsrs

Adorei! Lindas palavras... tocantes.