segunda-feira, 12 de abril de 2010

Um Outro Dia



Quando em ti pensei
E ti sentir tão fortemente
Dizia a verdade.
Meu coração não mentia!
 
Disse de minhas alegrias
E da vontade de estar contigo
Um pouco mais que eternamente.
Dizia a verdade.
Meus olhos não mentiam!
 
Acreditando no amor
E  assim podia amar-te
Tornar-te simplesmente meu herói.
Dizia a verdade.
Minha alma não mentia!

Quando ganhei vida em seus braços
e neles descansei protegida
Gritei aos quatro cantos, Te amo!
Quem sabe perdiada.
Dizia a verdade
Meu corpo não mentiria!

Perder-te foi perigo eminente
Sem amor minha alma rasteja
E no olhar um adeus agora viceja
Dizia verdade.
Quem ama não mente!