quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Apenas Um Toque


Leio em minhas mãos,
com apenas um toque em sua tez,
os poemas de carícias sem fim
tirados de seus beijos de amor,
de afagos em seus cabelos de luar
e de sua pele macia a me aconchegar.
Fecho-as e as trago junto ao coração
pra que te sinta tão presente,
tão forte dentro de mim.
Assim com minha alma,
vôo em teu destino
desejando sentir
em meu corpo
o jeito do nosso amor.
Solange Bretas

3 comentários:

ney disse...

Amor e poesia. Lindo! bjs/ney.

heli disse...

Sol.
Seus poemas são lindos!
São a expressão de uma bela alma.
bjs
heli

Anezinha disse...

Verdadeira lição de amar e poesia!
belo!
bjus
Rose