sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Minha Cura



Sinto essa dor,
que lateja e dilacera meu peito,
que enlouquece e angustia meus pensamentos.
Dói no peito, sofre a alma.
Sinto a dor da ausência do seu beijo
que acende meu desejo,
do seu cheiro que intorpece meus sentidos,
tirando-me a razão.
Quero seu olhar a despir minha alma
a incendiar meu corpo qual vulcão
numa louca explosão de cura e prazer.

Nenhum comentário: