sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Pequena Janela



Através de uma pequena janela
te vejo passear por jardins
colhendo flores, regando sorrisos.

Quantas vezes para ti acenei
com lenços coloridos te chamei
você passou e fingiu não ver .

Dos olhos correu uma lágrima esquecida.

No coração, sofre um amor de saudade.

Um comentário:

walter disse...

FLOR...Te lí...Te senti...Percebi..
.Teus anseios e Acenos...Mesmo que
janelas pequenas...E cortinas tentem...Te ocultar...São sombras coloridas...Preferidas...Mas obstáculos...Todos esses...São sem vocação...Nem a Lua consegue...
Ocultar o Sol de um Coração...
Que quer...E precisa tanto Amar...
.........Te lí e sentti muito.....
Te desejo muito Amor...Meu carinho
de boa tarde e beijo...Walter de Arruda