segunda-feira, 8 de junho de 2009

Rosto Pintado


Refletiu no cristal a vida
seu rosto tristonho pintado,
nos olhos gota caída
na alma o choro entoado.

Palhaço, Arlequim, Pierrô
Talvez um louco poeta,
imagem de quem só amou
e no peito o coração aquieta.

Ao encenar cada ato
sob pintura um segredo,
disfarça sorrindo, é fato,
no fundo sufoca um medo...

...De perder um grande amor
pelas mãos do destino matreiro,
das telas da vida ser mero pintor,
da liberdade ser prisioneiro.
Solange Bretas

2 comentários:

Anezinha disse...

uma linda poesia e uma bela imagem!
casou perfeito!
adorei!
bjs
Rose

ney disse...

Belo texto! E ele tem sempre que sorrir, o espetáculo continuar. Abraço/ney.