sexta-feira, 12 de junho de 2009

Saudade


A saudade, vazio
que inunda a alma,
que invade o peito
com ondas de solidão.
Tua ausência
ecoa por todos os cantos
numa triste melodia
tocada por meu coração.
Solange Bretas

3 comentários:

Chica disse...

Lindo,Solange.A saudade sempre inspira!beijos,chica

jeronimo disse...

Linda poesia!
A saudade machuca, mas cria lindas poesias!
Parabéns, poetisa!
Bj!

Rose Tunala disse...

Seus poemas estão divinos.
Adorei a MÚSICA DO kENNY g TAMBÉM!
vOCÊ É 10.

BEJOKAS