quinta-feira, 25 de junho de 2009

Vento


Vento que sopra
desfolhando saudade,
cristalizando a lágrima.
Leva meu olhar distante
querendo te ver...
Vento que sopra
levando a solidão
para longe da alma
e na volta me traga você.

3 comentários:

By Penélope disse...

Sol,

To adorando esse novo estilo seu de poemas mais concisos e expressivos.
Parabéns, amiga!
Tá lindo!

Beijos

Anezinha disse...

Que o vento poético traga sempre memoráveis escritos!
adorei este!
bjs
Rose

jeronimo disse...

Esse vento trouxe o perfume das tuas poesias pra mim!
Parabéns, querida poetisa!
Bj!