terça-feira, 29 de setembro de 2009

Pegadas


Meu caminhar é deserto,
nos pés apenas o desejo de continuar
o que o coração planejou.
Ainda é cedo para descansar
e as árvores comigo não estão.
Tudo é breu por onde o fogo passou
levando consigo as cores vivas,
deixando mortas as cinzas...
Empregnando o chão de meus pés,
desorientando meu andar.
Nesse caminho vou para não voltar
Se quiser me achar,
deixarei as pegadas do coração.

Nenhum comentário: